Alberto Fernández adverte Bolsonaro em cúpula do Mercosul

 Alberto Fernández adverte Bolsonaro em cúpula do Mercosul
Digiqole ad

O presidente da Argentina, Alberto Fernández usou a cúpula do Mercosul para cobrar unidade entre os países do bloco e para advertir, sem citar nomes, o presidente Jair Bolsonaro por causa da tensão em torno das medidas comerciais entre os dois países.

“Guardo para todos os líderes o respeito que merecem, mesmo que não pense igual a muitos. Sei que meu tempo na história argentina é um passo e não tenho o direito de frustrar a aspiração continental que temos de unir e crescer juntos simplesmente porque penso diferente. Estou aqui para nos unirmos. A história nos deu a oportunidade de rever o que foi feito e fazê-lo de forma diferente”.

Fernández assegurou que a pandemia de coronavirus obrigará o mundo a repensar os processos econômicos, ainda que admitiu que a “globalização é um feito consumado”. O argentino pidiu união para “enfrentar o desafio” de un modo que se deixe de lado os que “buscam sua sorte individualmente”. A mensagem de Fernández foi direcionada ao governo do Brasil, que promove a liberalização acelerada da economia do Mercosul.

“Devemos entender que a união de nossos povos precede nosso status como governantes ocasionais. A América Latina, por origem e destino, é destinada a ser uma região unida e absolutamente integrada. As diferenças que podem surgir vêm em segundo plano ao entender que os povos que estão ligados além dos governos”, disse o argentino, segundo o jornal La Nacion. “Além do que pensamos, estamos obrigados a buscar um destino comum, porque é o que nossos povos exigem”,completou.

Tiago Lopes

Sou Jornalista, formado no início de 2020. Mantenho o Ler Agora desde dezembro de 2018. Escrevo sobre política. Siga no Twitter: @tiagolopes_jorn

Outras Notícias

Criado por: Inove Criações