Alvo de ameaças, diretor da OMS se defende: ‘orgulho de ser negro’

 Alvo de ameaças, diretor da OMS se defende: ‘orgulho de ser negro’
Digiqole ad

O diretor da Organização Mundial da Saúde, Tedros Ghebreyesus, se defendeu dos ataques e ameaças de morte que está recebendo através das redes sociais, há dois meses, período em que se iniciou a pandemia de Covid-19.

“Posso dizer-lhe ataques pessoais que vêm ocorrendo há mais de dois, três meses. Abusos ou comentários racistas, dando-me nomes, preto ou negro. Tenho orgulho de ser negro, orgulho de ser preto”, disse, segundo o G1.

Tedros ainda salientou que não aceita ataques contra o continente africano. “As pessoas estão cruzando a linha [do aceitável]”.

Tiago Lopes

Sou Jornalista, formado no início de 2020. Mantenho o Ler Agora desde dezembro de 2018. Escrevo sobre política. Siga no Twitter: @tiagolopes_jorn

Outras Notícias

Criado por: Inove Criações