Amazônia: bolsonaristas atacam DiCaprio nas redes sociais

 Amazônia: bolsonaristas atacam DiCaprio nas redes sociais
Digiqole ad

O ator Leonardo DiCaprio, conhecido por interpretar “Jack” em Titanic, é o novo alvo da militância bolsonarista, que o acusa de provocar queimadas na Amazônia

Os ataques ocorrem nas redes sociais do ator e começaram após o presidente Jair Bolsonaro afirmar sem ter provas, durante a live de ontem (28), que DiCaprio “está colaborando com as queimadas” na Amazônia. O ator doou U$$ 500 mil dolares para a ONG WWF [Word Wildlife Found]. “Uma ONG pagou 70 mil reais por uma foto fabricada de queimada”.

“O que é mais fácil? ‘Toca’ fogo no mato. Tira foto, filma, manda para a ONG, a ONG divulga, entra em contato com o Leonardo DiCaprio e o Leonardo DiCaprio doa 500 mil dólares para essa ONG”, disse.

O outro lado:

A WWF emitiu uma nota à imprensa para se posicionar sobre as últimas declarações de Bolsonaro:

Considerando o relacionamento de confiança e parceria desenvolvido no período que trabalhamos juntos pelo avanço da agenda ambiental no Brasil, sentimo-nos responsáveis por esclarecer algumas informações e acontecimentos referentes à citação da nossa organização em algumas notícias sobre os incêndios na Amazônia e qual é nossa relação com a Brigada de Alter do Chão.

ABrigada Alter do Chão teve quatro de seus integrantes mantidos presos entre a manhã da última terça-feira (26) e a tarde desta quinta-feira (27). Posicionamo-nos com indignação com a ação da Polícia Civil em Alter do Chão – ela acusou sem fundamentos concretos as organizações que combatem os incêndios.

Nosmomentos críticos de dramático avanço das chamas por toda a Amazônia, Cerrado e Pantanal, o WWF-Brasil concentrou seus esforços no apoio a entidades locais envolvidas no combate às chamas e defesa dos territórios indígenas e outras áreas protegidas. Todos os recursos recebidos numa rede de solidariedade global foram integralmente repassados a organizações locais.

Entreos apoios realizados, há o valor de R$ 70.654,36, repassado integralmente no Contrato de Parceria Técnico-Financeira com o Instituto Aquífero Alter do Chão a fim de viabilizar a pronta aquisição de equipamentos para equipar a Brigada, que foi selecionada pela atuação no apoio ao combate a incêndios florestais, em parceria com o Corpo de Bombeiros desde 2018.

Afalta de clareza sobre as investigações, a ausência de fundamento das alegações usadas e, por consequência, as dúvidas sobre o real embasamento jurídico dos procedimentos adotados pelas autoridades contra os acusados, incluindo a entrada e coleta de documentação nas sedes das organizações Projeto Saúde e Alegria e Instituto Aquífero Alter do Chão – onde funciona a Brigada de Alter do Chão –, são extremamente preocupantes do ponto de vista da democracia.

O WWF-Brasil repudia os ataques a seus parceiros e a veiculação de inverdades envolvendo o seu nome, como a série de ataques em redes digitais com base em mentiras, como a compra de fotos vinculada a uma doação do ator Leonardo DiCaprio.

Tais informações que estão circulando na imprensa e redes sociais são inverídicas.

Reforçamosque o papel do WWF-Brasil e das demais organizações da sociedade civil brasileiras é dar transparência a soluções e conflitos que apoiem o desenvolvimento sustentável do país. Estamos aqui pela natureza, por você, por todos e todas. Contamos com seu apoio, mais uma vez.Agradecemos a parceria de sempre e nos colocamos à disposição para esclarecimentos.

Seguimos trabalhando juntos pelo desenvolvimento sustentável do Brasil.

Ataques

Matéria atualizada às 18h15 | 29/11/2019

Tiago Lopes

Sou Jornalista, formado no início de 2020. Mantenho o Ler Agora desde dezembro de 2018. Escrevo sobre política. Siga no Twitter: @tiagolopes_jorn

Outras Notícias

Criado por: Inove Criações