Amigo do clã Bolsonaro ganha cargo no Meio Ambiente e salário de R$ 13 mil

 Amigo do clã Bolsonaro ganha cargo no Meio Ambiente e salário de R$ 13 mil
Digiqole ad

Demitido do cargo de secretário-executivo da Casa Civil em janeiro deste ano após usar um jato da Força Aérea Brasileira (FAB), José Vicente Santini foi recontratado como assessor especial do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles. A informação é da Carta Capital. A portaria com a nomeação de Santini foi publicada no Diário Oficial da União desta quarta-feira 16. O salário será de R$ 13.623,39.

O caso que levou à demissão de Santini da Casa Civil aconteceu quando uma comitiva do governo viajou à Índia no início deste ano. Santini utilizou uma aeronave oficial com apenas três passageiros (ele e duas assessoras) para voar de Davos (Suíça), onde participava do Fórum Econômico Mundial, para a Índia, onde o presidente Jair Bolsonaro cumpria agenda. À época, Bolsonaro classificou o episódio como “inadmissível” e disse que o uso da aeronave não é “ilegal”, mas “imoral”, informa a publicação.

Ainda de acordo com a revista, Santini mantém amizade desde a infância com os filhos do presidente. Ele assumiu o posto de secretário-executivo quando o então ocupante do cargo, Abraham Weintraub, foi indicado para chefiar o Ministério da Educação, em abril de 2019.

Tiago Lopes

Sou Jornalista, formado no início de 2020. Mantenho o Ler Agora desde dezembro de 2018. Escrevo sobre política. Siga no Twitter: @tiagolopes_jorn

Outras Notícias

Criado por: Inove Criações