Apib repudia ataque do governo: ‘mundo está testemunhando esse crime’

 Apib repudia ataque do governo: ‘mundo está testemunhando esse crime’
Digiqole ad

A Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (Apib) lançou uma nota para repudiar a declaração do ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general Augusto Heleno, que acusou a liderança indígena Sônia Guajajara de cometer crime ambientais ao presidente Jair Bolsonaro.

“A APIB rechaça a declaração. E entende que o maior crime que lesa nossa pátria é a omissão do governo diante da destruição de nossos biomas, das áreas protegidas, das queimadas ilegais, da grilagem, do desmatamento e da invasão de nossas terras e do roubo das nossas riquezas”.

“E assim proteger, inclusive, a economia e a reputação nacional. As acusações, além de levianas e mentirosas, são irresponsáveis, pois colocam em risco a segurança pessoal dos citados. A APIB estudará as medidas cabíveis”.

Tiago Lopes

Sou Jornalista, formado no início de 2020. Mantenho o Ler Agora desde dezembro de 2018. Escrevo sobre política. Siga no Twitter: @tiagolopes_jorn

Outras Notícias

Criado por: Inove Criações