Bolsonaro é ‘primata’ e ‘assassino indireto’, diz prefeito de Manaus

 Bolsonaro é ‘primata’ e ‘assassino indireto’, diz prefeito de Manaus

O prefeito de Manaus, cidade mais atingida pela pandemia do novo coronavírus, disse que o presidente Jair Bolsonaro é um “assassino indireto” por agir contra o isolamento social total, “melhor arma contra a Covid-19”.

Além de dar à pregação de Bolsonaro um conteúdo homicida, Arthur Virgílio verteu sobre ele uma quantidade amazônica de adjetivos, um mais depreciativo do que o outro: “Palhaço”, “covarde”, “cretino”, “nojento”, “analfabeto”, “imbecil”, “primata”, registra o UOL.

Da Redação

Outras notícias

Criado por: Inove Criações