Bolsonaro minimiza 91 mil mortes de Covid: ‘morre gente todo dia, né? É a vida’

 Bolsonaro minimiza 91 mil mortes de Covid: ‘morre gente todo dia, né? É a vida’
Digiqole ad

Bolsonaro voltou a menosprezar a pandemia de Covid-19, durante cerimônia para entregar chaves de casas em Bagé, no Rio Grande do Sul, nesta sexta-feira (31). A doença já matou mais de 91 mil brasileiros.

Para ele, o novo coronavírus “não tem problema” e é “uma coisa que tem que enfrentar”. “Eu tô no grupo de risco. Agora, eu nunca negligenciei. Eu sabia que um dia eu ia pegar. Assim como vocês, acho que quase todos vão pegar o vírus um dia. Tem medo do quê? Enfrenta!”.

Bolsonaro afirmou que lamenta as mortes provocadas pelo coronavírus, mas “morre gente todo dia de uma série de causas, né? É a vida”.

Tiago Lopes

Sou Jornalista, formado no início de 2020. Mantenho o Ler Agora desde dezembro de 2018. Escrevo sobre política. Siga no Twitter: @tiagolopes_jorn

Outras Notícias

Criado por: Inove Criações