Carlos Bolsonaro ironiza morte de Sirkis, crítico de Bolsonaro

 Carlos Bolsonaro ironiza morte de Sirkis, crítico de Bolsonaro

Carlos Bolsonaro

Digiqole ad

O vereador Carlos Bolsonaro usou as redes sociais para endossar uma ironia sobre a morte do ambientalista Alfredo Sirkis, que tecia críticas à forma errática como o presidente Jair Bolsonaro lida com a pandemia de Covid-19 no país.

Na publicação, uma usuária do Twitter publicou uma crítica feita por Sirkis sobre o elevado número de mortes em decorrência da doença, e um print da notícia sobre a morte do ambientalista dias após a crítica. “Dá série: ódio de bem”, escreveu o vereador, sugerindo que Sirkis morreu por ter criticado o presidente Jair Bolsonaro.

Em resposta ao vereador, seus seguidores – “cidadãos de bem” – compartilharam outros “casos” de pessoas que morreram após criticar o ex-capitão. Vale ressaltar, no entanto, que não existe correlação entre as mortes e um posicionamento crítico ao Bolsonaro.

Em algumas das respostas, bolsonaristas parecem acreditar que a morte do ambientalista é “castigo divino”.

Tiago Lopes

Sou Jornalista, formado no início de 2020. Mantenho o Ler Agora desde dezembro de 2018. Escrevo sobre política. Siga no Twitter: @tiagolopes_jorn

Outras Notícias

Criado por: Inove Criações