Carlos Bolsonaro tentou montar rede de espionagem no Planalto, diz Bebianno

Digiqole ad

Responsável por articular a campanha eleitoral do presidente Jair Bolsonaro, Gustavo Bebianno revelou que Carlos Bolsonaro tentou montar uma espécie de Agência de Espionagem paralela dentro do Palácio do Planalto.

Durante a entrevista concedida ao Roda Viva, Bebianno afirmou que o fato aconteceu pouco tempo após a posse presidencial e que um delegado da Polícia Federal está envolvido no caso. “- Lembro o nome do delegado. Mas não vou revelar por uma questão institucional e pessoal”.

“O Carlos Bolsonaro apareceu com um nome de um delegado federal e três agentes que seriam uma Abin (Agência Brasileira de Espionagem) paralela. Isso porque ele não confiava na Abin. O General [Augusto] Heleno foi chamado e ficou preocupado. Mas […] o assunto acabou comigo e o general Santos Cruz. Nós aconselhamos o presidente a não aceitar pois seria motivo de impeachment”.

Tiago Lopes

Sou Jornalista, formado no início de 2020. Mantenho o Ler Agora desde dezembro de 2018. Escrevo sobre política. Siga no Twitter: @tiagolopes_jorn

Outras Notícias

Criado por: Inove Criações