Caso Marielle: bombeiro preso tem apartamento avaliado em R$ 2 milhões

 Caso Marielle: bombeiro preso tem apartamento avaliado em R$ 2 milhões

O bombeiro Maxwell Simões Corrêa, preso e investigado por supostamente ocultar armas usadas no assassinato da vereadora Marielle Franco, possui um apartamento avaliado em cerca de R$ 2 milhões, em um condomínio na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro (RJ), segundo a Polícia Civil do RJ.

De acordo com o UOL, o bombeiro também possui uma BMW X6, avaliada em R$ 170 mil. O padrão elevado de vida de Maxwell está entre os elementos da investigação, na qual ele também é investigado por lavagem de dinheiro.

Tiago Lopes

Sou Jornalista, formado no início de 2020. Mantenho o Ler Agora desde dezembro de 2018. Escrevo sobre política. Me siga no Twitter: @tiagolopes_jorn

Outras Notícias

Criado por: Inove Criações