Caso Marielle: bombeiro suspeito de ocultar armas é preso

 Caso Marielle: bombeiro suspeito de ocultar armas é preso
Digiqole ad

O cabo do Corpo de Bombeiros, Maxwell Simões Corrêa foi preso pela Polícia Civil do Rio de Janeiro, na manhã desta quarta-feira (10), apontado como cúmplice de Ronnie Lessa, preso por ter assassinado a vereadora Marielle Franco e o motorista Anderson Gomes.

A Operação Submersus 2 é uma parceria do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do MP-RJ, da Delegacia de Homicídio do Rio e da Corregedoria do Corpo de Bombeiros. De acordo com o MP-RJ, Maxwell ajudou a sumir com as armas usadas no crime, que foram jogadas no mar. São cumpridos ainda mais 10 mandados de busca e apreensão. A decisão é da 19ª Vara Criminal da Capital, informa a Veja.

Tiago Lopes

Sou Jornalista, formado no início de 2020. Mantenho o Ler Agora desde dezembro de 2018. Escrevo sobre política. Siga no Twitter: @tiagolopes_jorn

Outras Notícias

Criado por: Inove Criações