Constantino acusa Bolsonaro de ‘sinalizar flerte’ com o comunismo ao ‘intervir’ na Petrobras e é ‘cancelado’ por bolsonaristas

 Constantino acusa Bolsonaro de ‘sinalizar flerte’ com o comunismo ao ‘intervir’ na Petrobras e é ‘cancelado’ por bolsonaristas

A decisão do presidente Jair Bolsonaro de demitir o atual presidente da Petrobras, Castello Branco, e indicar um general ao cargo foi criticada pelo comentarista Rodrigo Constantino. “Sinalizou flerte perigoso com o comunismo”.

A declaração, no entanto, não foi bem aceita pelos bolsonaristas, que passaram a criticar e atacar o influenciador pró-Bolsonaro.

Tiago Lopes

Sou Jornalista, formado no início de 2020. Mantenho o Ler Agora desde dezembro de 2018. Escrevo sobre política. Siga no Twitter: @tiagolopes_jorn

Outras Notícias

Criado por: Inove Criações