Coordenador da Fiocruz rebate Pazuello: ‘Não há base científica para cloroquina’

 Coordenador da Fiocruz rebate Pazuello: ‘Não há base científica para cloroquina’

General Pazuello, ministro interino da Saúde no governo Bolsonaro

Digiqole ad

Via Revista Fórum

O pesquisador Cláudio Maierovitch, coordenador do Núcleo de Epidemiologia e Vigilância da Fiocruz de Brasília, criticou nesta sexta-feira o uso da hidroxicloroquina no tratamento do novo coronavírus um dia depois de ser revelado que o Ministério da Saúde pressionou a instituição para alterar o protocolo da Covid-19.

“A Fiocruz orienta profissionais, ela afirma que não há base científica para a cloroquina, pelo contrário, há evidências de que não deve ser utilizada. Mas, se recebe comunicado do Ministério da Saúde, não pode deixar de informar seus profissionais”, disse o pesquisador em entrevista à GloboNews.

No dia 29 de junho, o Ministério da Saúde, comandado pelo interino general Eduardo Pazuello, enviou um ofício à entidade cobrando o uso da droga no “tratamento precoce, ao início dos sintomas de pacientes com diagnóstico clínico” da Covid-19.

[…]

Tiago Lopes

Sou Jornalista, formado no início de 2020. Mantenho o Ler Agora desde dezembro de 2018. Escrevo sobre política. Siga no Twitter: @tiagolopes_jorn

Outras Notícias

Criado por: Inove Criações