Dino ameaça processo após Bolsonaro falar em ‘erradicar comunismo’

 Dino ameaça processo após Bolsonaro falar em ‘erradicar comunismo’
Digiqole ad

O governador do Maranhão, Flávio Dino, ameaçou processar o presidente Jair Bolsonaro após ele fazer, durante visita ao estado nesta quinta-feira (29), uma indireta sobre “comemorar a erradicação do comunismo”. Durante evento em Imperatriz, apoiado as de Bolsonaro entoaram “Fora, Flávio Dino”.

“Nós vamos, num curto espaço de tempo, mandar embora o comunismo do Brasil”, declarou. Depois, disse: “Nossa bandeira sagrada jamais será turvada de vermelho”, disse Bolsonaro.

Bolsonaro ainda fez uma piada homofóbica envolvendo o povo do Maranhão e um refrigerante de cor rosa, desagradando Dino. “Agora virei boiola, igual maranhense”, disse o ex-capitão após tomar a bebida.

Nas redes, Dino comentou a visita de Bolsonaro ao estado e as declarações. “Bolsonaro veio ao Maranhão com sua habitual falta de educação e decoro. Fez piada sem graça com uma de nossas tradicionais marcas empresariais: o guaraná Jesus. E o mais grave: usou dinheiro público para propaganda politica. Será processado”.

Tiago Lopes

Sou Jornalista, formado no início de 2020. Mantenho o Ler Agora desde dezembro de 2018. Escrevo sobre política. Siga no Twitter: @tiagolopes_jorn

Outras Notícias

Criado por: Inove Criações