Eduardo Bolsonaro é condenado a indenizar jornalista em R$ 30 mil por danos morais

 Eduardo Bolsonaro é condenado a indenizar jornalista em R$ 30 mil por danos morais

O deputado Eduardo Bolsonaro foi condenado por danos morais pelo juiz Luiz Gustavo Esteves, da 11ª Vara Cível do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJSP). Ele terá que indenizar a jornalista Patrícia Mello no valor de R$ 30 mil. A informação é do Jota.

A condenação se deve a uma declaração do deputado durante uma transmissão em um canal bolsonarista no YouTube. Na época, Eduardo disse a jornalista “tentava seduzir [as fontes] para obter informações que fossem prejudiciais ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido)”.

Para o juiz, as acusações do filho do presidente da República ferem a honra da jornalista, visto que “o requerido lhe imputou, falsamente, (a) a prática de fake news e, via consequência, a conquista de uma promoção no trabalho e (b) que teria se insinuado sexualmente para obter informações do seu interesse”.

Tiago Lopes

Sou Jornalista, formado no início de 2020. Mantenho o Ler Agora desde dezembro de 2018. Escrevo sobre política. Siga no Twitter: @tiagolopes_jorn

Outras Notícias

Criado por: Inove Criações