Facebook desmonta rede de desinformação ligada ao clã Bolsonaro

 Facebook desmonta rede de desinformação ligada ao clã Bolsonaro
Digiqole ad

A gigante tecnológica informou via comunicado, nesta quarta-feira (8), que através de uma investigação interna descobriu e desativou uma rede de desinformação que operava no Brasil, por operar com “comportamento inautêntico coordenado”. As contas e páginas inautênticas têm ligação com o presidente Jair Bolsonaro e seus filhos Flávio Bolsonaro (senador) e Eduardo Bolsonaro (deputado federal).

De acordo com o Facebook, a rede era composta por 35 contas falsas, 14 páginas e um grupo dedicados a conteúdo sobre política e sobre a pandemia de Covid-19. A rede também já teve conteúdo removido por discurso de ódio.

De acordo com explicações do diretor de cibersegurança da rede social, Nathaniel Gleicher, “a atividade incluiu a criação de pessoas fictícias fingindo ser repórteres, publicação de conteúdo e gerenciamento de Páginas fingindo ser veículos de notícias”.

“Ainda que as pessoas por trás dessa atividade tentassem ocultar suas identidades e coordenação, nossa investigação encontrou ligações a pessoas associadas ao Partido Social Liberal (PSL) e a alguns dos funcionários nos gabinetes de Anderson Moraes, Alana Passos [ambos deputados estaduais, do PSL-RJ], Eduardo Bolsonaro, Flávio Bolsonaro e Jair Bolsonaro”, completa.

Procurado pela imprensa, o Palácio do Planalto ainda não deu retorno sobre o caso.

Tiago Lopes

Sou Jornalista, formado no início de 2020. Mantenho o Ler Agora desde dezembro de 2018. Escrevo sobre política. Siga no Twitter: @tiagolopes_jorn

Outras Notícias

Criado por: Inove Criações