Felipe: bolsonaristas aperfeiçoam diariamente esquema de manipulação nas redes

 Felipe: bolsonaristas aperfeiçoam diariamente esquema de manipulação nas redes

O influenciador Felipe Neto afirma, em entrevista à BBC Brasil, que a articulação bolsonarista no WhatsApp e Telegram está “mais forte e muito mais capilarizada” do que há dois anos. “Eles tiveram tempo para otimizar e aperfeiçoar a prática, principalmente na organização de lideranças de novos grupos. A cada dia que passa, eles evoluem o esquema”.

“Na época das eleições, eles ainda precisavam usar muitos bots para viralizar hashtags, por exemplo. Hoje, basta um grupo do topo da pirâmide mandar subir uma hashtag e, em menos de 5 minutos, ela terá milhares de tweets, todos feitos por pessoas reais”, diz, por email.

Segundo ele, a pirâmide é a forma de organização do sistema de desinformação. Os integrantes do topo são praticamente incomunicáveis com a camada da base mas, através de camadas secundárias, determinam o conteúdo, o tema e a forma como o conteúdo e os ataques vão ser viralizados.

“Existem grupos de WhatsApp comandados por pessoas próximas ao topo da pirâmide da articulação do ódio. Esses grupos podem ter até 256 pessoas e cada uma delas é instruída a liderar ou fazer parte de vários outros grupos de ‘escalão inferior’. Os grupos do topo criam os memes, prints falsos, notícias falsas, decidem como destruir a reputação dos adversários”.

“Isso vai escalando até chegar nos grupos abertos ao público, que são criados para captar novos ‘fiéis’. Nessa chuva de compartilhamentos, eles enviam as instruções de quem atacar, mas manipulando a massa, fazendo as pessoas acreditarem que estão mesmo ‘lutando pelo bem'”, completa.

Tiago Lopes

Sou Jornalista, formado no início de 2020. Mantenho o Ler Agora desde dezembro de 2018. Escrevo sobre política. Siga no Twitter: @tiagolopes_jorn

Outras Notícias

Criado por: Inove Criações