Governo veta projetos de estímulo ao cinema nacional

O presidente Jair Bolsonaro vetou a renovação do Regime Especial de Tributação para Desenvolvimento da Atividade de Exibição Cinematográfica (RECINE) e a lei do audiovisual. Em nota, o Planalto afirma que o projeto “cria despesa […] sem informar a fonte de custeio”.

A deputada Jandira Feghali afirmou que a oposição irá trabalhar para derrubar o veto. “Tivemos a informação que Bolsonaro vetou a lei que prorroga o RECINE e a Lei do Audiovisual no país. Propostas que tem como objetivo a expansão de salas de cinema e o fortalecimento do audiovisual brasileiro”, escreveu.

A lei do audiovisual, é um projeto que permite a pessoas físicas e jurídicas apoiar projetos audiovisuais da Ancine (Agência Nacional do Cinema), em troca do abatimento ou isenção de impostos.

Tiago Lopes

Sou Jornalista, formado no início de 2020. Mantenho o Ler Agora desde dezembro de 2018. Escrevo sobre política. Siga no Twitter: @tiagolopes_jorn

Outras Notícias

Criado por: Inove Criações