Lava Jato pode ter violado tratados internacionais em complô com os EUA

 Lava Jato pode ter violado tratados internacionais em complô com os EUA

A força-tarefa da Operação Lava Jato colaborou secretamente com o Departamento de Justiça dos Estados Unidos, de forma que pode ter violado tratados internacionais e as leis brasileiras, é o que revela a nova matéria da Vaza Jato, publicada hoje (12) pelo Intercept. Os estadunidenses estavam interessados nas investigações sobre a Petrobras.

“À época, ao menos 17 americanos viajavam para a sede do MPF em Curitiba para quatro dias de reuniões com a força-tarefa. Deltan tentou manter sigilo, mas a visita vazou para jornalistas. E foi pela imprensa que o Ministério de Justiça – comandado pelo petista José Eduardo Cardozo – soube da vinda dos investigadores estrangeiros quando eles já estavam no Brasil”, registra o site.

Confira aqui a reportagem na íntegra

Tiago Lopes

Sou Jornalista, formado no início de 2020. Mantenho o Ler Agora desde dezembro de 2018. Escrevo sobre política. Me siga no Twitter: @tiagolopes_jorn

Outras Notícias

Criado por: Inove Criações