Maia não acredita que Twitter de Salles foi invadido, afirmam aliados

 Maia não acredita que Twitter de Salles foi invadido, afirmam aliados
Digiqole ad

Do Globo

Integrantes do governo Bolsonaro e o próprio Rodrigo Maia, segundo aliados, não acreditaram na explicação de Ricardo Salles sobre ter chamado o presidente da Câmara de “Nhonho”, personagem da série “Turma do Chaves”, no Twitter. O ministro do Meio Ambiente disse que sua conta na rede social foi usada “indevidamente” e, pouco depois, o seu perfil foi apagado.

Na avaliação de alguns colegas da Esplanada de Salles, o ministro “errou” ao voltar atrás, pois Maia tinha o atacado antes. No sábado passado, o presidente da Câmara postou: “O ministro Ricardo Salles, não satisfeito em destruir o meio ambiente do Brasil, agora resolveu destruir o próprio governo”. A mensagem foi um apoio ao chefe da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos, a quem Salles havia chamado de “Maria Fofoca”.

Membros do governo acreditam que, para convencer que existiu a invasão de sua conta, Salles terá que apresentar uma prova, como uma perícia, por exemplo.

Tiago Lopes

Sou Jornalista, formado no início de 2020. Mantenho o Ler Agora desde dezembro de 2018. Escrevo sobre política. Siga no Twitter: @tiagolopes_jorn

Outras Notícias

Criado por: Inove Criações