“Não tenho medo de morrer”, diz delegado exonerado por investigar Salles

 “Não tenho medo de morrer”, diz delegado exonerado por investigar Salles

Nesta segunda-feira (26), o delegado da Polícia Federal Alexandre Saraiva, participou de uma audiência pública promovido pelas Comissões de Legislação Participativa e de Direitos Humanos e Minorias da Câmara dos Deputados. Ele foi exonerado da superintendência da PF no Amazonas após apresentar notícia-crime ao Supremo Tribunal Federal (STF) contra o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles. Segundo Saraiva, o ministro é conivente com a grilagem de terras feita em áreas de proteção permanente no Pará. A informação é do Congresso em Foco.

De acordo com o veículo, Alexandre Saraiva disse que ao entrar na polícia sabia que estava correndo risco de morte, por isso, não tinha “medo de perder o emprego”. “O senhor estava me ameaçando. Não tenho medo nem de perder a vida”, disse o policial que afirmou não defender nenhuma ideologia política ou partidária. “Quero defender o meio ambiente pensando no Brasil”.

Tiago Lopes

Sou Jornalista, formado no início de 2020. Mantenho o Ler Agora desde dezembro de 2018. Escrevo sobre política. Siga no Twitter: @tiagolopes_jorn

Outras Notícias

Criado por: Inove Criações