ONU diz que Bolsonaro viola tratados internacionais de combate à tortura

 ONU diz que Bolsonaro viola tratados internacionais de combate à tortura
Digiqole ad

Um comunicado emitido pelo subcomitê das Nações Unidas para a prevenção da tortura, nesta quinta-feira (2), apontou para o risco de que sistemas feitos para monitoramento sejam proibidos de funcionar. O órgão, que citou o Brasil de exemplo, apontou que o governo Bolsonaro tem prejudicado a fiscalização.

De acordo com Jamil Chade, do UOL, o órgão da ONU se reuniu em junho para avaliar diferentes situações no mundo e retomou o debate sobre a situação no país. Em dezembro, o comitê havia emitido um parecer duro contra o Brasil, implicando o governo em violações de tratados internacionais.

Ainda de acordo com o jornalista, o ponto central avaliado era o decreto 9.831 de 10 de junho, que foi denunciado por ativistas e Ongs como tendo desmantelado os sistemas de controle de tortura e prevenção no Brasil. Para a entidade internacional, a existência do Mecanismo Nacional de Prevenção da Tortura não é uma opção. Mas uma obrigação do Estado brasileiro.

Tiago Lopes

Sou Jornalista, formado no início de 2020. Mantenho o Ler Agora desde dezembro de 2018. Escrevo sobre política. Siga no Twitter: @tiagolopes_jorn

Outras Notícias

Criado por: Inove Criações