Pai que recolocou cruz pede respeito às vítimas do coronavírus

 Pai que recolocou cruz pede respeito às vítimas do coronavírus

O pai e taxista Márcio Antônio Silva, filmado recolocando as cruzes de um protesto em homenagem aos mortos pela Covid-19, que foram retiradas de forma por um bolsonarista, pediu respeito às vítimas.

Silva, que perdeu um filho de 25 anos para a doença, a qual já matou mais de 40 mil brasileiros, concedeu uma entrevista ao Extra, em que afirmou ter ficado inconformado com a atitude do homem em derrubar as cruzes postas pela ONG Rio de Paz.

O ato simbolizava um protesto contra o avanço das mortes por causa do novo coronavírus no país. O Brasil está entre os três países mais afetados pela Covid-19 no mundo, segundo dados reunidos pela ferramenta de coronavírus do Bing, portal da Microsoft.

“Precisamos respeitar mais uns aos outros. Eu senti como se ele [o bolsonarista que atacou o protesto] tivesse desrespeitado meu filho. Eu não tinha nada a ver com o protesto, moro em Copacabana, só saí de casa um pouco para caminhar. De repente, vi aquele gesto de falta de respeito, falta de empatia. Eles não tinham o direito de impedir a manifestação”.

Tiago Lopes

Sou Jornalista, formado no início de 2020. Mantenho o Ler Agora desde dezembro de 2018. Escrevo sobre política. Me siga no Twitter: @tiagolopes_jorn

Outras Notícias

Criado por: Inove Criações