Parler, rede da extrema-direita, sai do ar após ser banida pela Apple, Google e Amazon

 Parler, rede da extrema-direita, sai do ar após ser banida pela Apple, Google e Amazon

Reprodução

Digiqole ad

A rede social Parler, utilizada por extremistas para propagar discursos de ódio, fake news e organizar atos, saiu do ar após ser banida pelas gigantes Google, Apple e Amazon. A rede foi suspensa pela Amazon Web Services, onde estava hospedada, e se encontra indisponível para usuários de todo o mundo.

Em comunicado enviado à equipe responsável pela rede social, a Amazon argumenta que seus termos de uso foram violados.

“Recentemente, vimos um aumento constante de conteúdo violento, o que viola nossos termos […] Por causa dos infelizes acontecimentos ocorridos na semana passada em Washington, DC, há um sério risco de que esse tipo de conteúdo incite ainda mais violência”.

Após o banimento de Donald Trump das principais redes sociais, o presidente Jair Bolsonaro convidou seus seguidores a ingressarem na nova rede, porém, dias depois, o Parler saiu do ar.

Tiago Lopes

Sou Jornalista, formado no início de 2020. Mantenho o Ler Agora desde dezembro de 2018. Escrevo sobre política. Siga no Twitter: @tiagolopes_jorn

Outras Notícias

Criado por: Inove Criações