Pazuello ignorou diversos avisos de que faltaria oxigênio hospitalar em Manaus

 Pazuello ignorou diversos avisos de que faltaria oxigênio hospitalar em Manaus

Foto: José Dias/PR

O colapso no sistema de Saúde de Manaus após o aumento exponencial de casos da Covid-19 e consequentemente da demanda de oxigênio, era de conhecimento do governo desde novembro.

De acordo com documentos da Secretaria de Saúde do Amazonas , o Ministério da Saúde tinha conhecimento de que os níveis de oxigênio hospitalar eram insuficientes para cobrir a alta da demanda.

Apesar de alertado pelas autoridades do Amazonas, pela empresa que fornece os cilindros e pela cunhada, o general Eduardo Pazuello não tomou providências. Na última segunda-feira, 12, Pazuello afirmou que “[…] ‘Não tem o que fazer. Então, vamos com calma’”.

[…]

Tiago Lopes

Sou Jornalista, formado no início de 2020. Mantenho o Ler Agora desde dezembro de 2018. Escrevo sobre política. Siga no Twitter: @tiagolopes_jorn

Outras Notícias

Criado por: Inove Criações