Tio de Michelle Bolsonaro é condenado por fazer parte de organização criminosa

 Tio de Michelle Bolsonaro é condenado por fazer parte de organização criminosa

A Justiça do Distrito Federal condenou sete policiais militares a 10 anos de prisão por organização criminosa, um deles é tio da primeira-dama Michelle Bolsonaro. Os militares foram presos em maio de 2019 no âmbito da Operação Horus, ação deflagrada pela Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF). O grupo era envolvido em grilagem de terras. A informação é do Bnews.

De acordo com a publicação, o tio de Michelle é o primeiro-sargento João Batista Firmo Ferreira, irmão de Maria Aparecida Firmo Ferreira, mãe da primeira-dama. De acordo com informações do site Metrópoles, ele é um dos acusados pelo surgimento de dezenas de loteamentos ilegais. Uma das denúncias a qual o site teve acesso descreve que o tio de Michelle como uma das pessoas que “negocia lotes de ‘beco’ [áreas destinadas originalmente para passagens de pedestres] e outros terrenos de áreas públicas ‘griladas’”.

Tiago Lopes

Sou Jornalista, formado no início de 2020. Mantenho o Ler Agora desde dezembro de 2018. Escrevo sobre política. Siga no Twitter: @tiagolopes_jorn

Outras Notícias

Criado por: Inove Criações